quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Nó de Gravata!

Olá Pessoal! Hj o assunto é gravata!
  


Fim de semana passado, R.Durval e eu fomos convidados a uma festa de gala (só pra quem pode, tá rs) , tudo lindo!! No dia a festa eu estava terminando de me arrumar e R. Durval estava no youtube vendo como se dá nó em gravata. Choquei, afinal, esperava que ele dominasse esta arte tipicamente masculina! (E amor, meu Durval é um homem de 50 anos que sempre usou roupa social!! Entendeu meu choque, né? Ah tá).
Bom, deixando de lado minhas idealizações absurdas  - na hora dele trocar os carros na garagem sei lá q porra ele fez q a gravata se desalinhou e ficou comprida como uma  guia-coleira!!!! Já rolou um stress.
Chegamos ao local do evento e no estacionamento fomos ajeitar a gravata. Olha, foi a idéia mais besta no universo infinito eterno! Kd o youtube na hora q eu mais preciso!!!!!!! Por fim, ele fez um nó meio porco, a gravata ficou meio curta e escondemos com o paletó e ligamos o foda-se, se não ia dar 4 da madrugada e nós estaríamos no estacionamento ainda ajeitando a gravata...

Domingão fui saber mais sobre o assunto e fiquei impressionada com a quantia de nós, estilos e etc! É uma arte!!! Pirei!
E pra vc que quer sair por aí gatinho, sem passar o sufoco q passamos, vai aí um “tutorial engravatado"!!

História

              Por volta do ano 1635, cerca de seis mil soldados e cavaleiros vieram a Paris para dar suporte ao rei Luis XIV e o Cardeal Richelieu. Entre eles, estava um grande número de mercenários croatas. O traje tradicional destes soldados despertou interesse por causa dos cachecóis incomuns e pitorescos enlaçados em seu pescoço. Os cachecóis eram feitos de vários tecidos, variando de material grosseiro para soldados comuns a seda e algodão para oficiais”. Os franceses, logo se encantaram com esse adereço elegante e desconhecido, que chamaram de cravat, que significa croata. O próprio rei Luis XIV ordenou que seu alfaiate particular criasse uma peça semelhante ao dos croatas e que a incorporasse aos trajes reais. surgindo assim a GRAVATA que hoje conhecemos

Como usar?

          A gravata deve ser usada com as duas pontas na altura do furo do cinto. Nunca use por dentro da calça ou sobre a barriga.
Prendedores de gravatas

         Neste quesito, pelas minhas pesquisas, acontece uma divergência, uns a favor, dizendo que é elegante e outros que é para pessoas q comem sopa todos os dias. Então vc decide.

E se decidiu pelo prendedor: Os prendedores são uma ótima opção para quem se movimenta bastante durante o dia. Afinal a real função dele é manter a gravata em seu devido lugar, resultando em uma aparência limpa e uniforme. O auge dos prendedores foi na década de 20 e pouco tempo depois eles foram agregadas a uniformes militares e  de algumas escolas particulares dos EUA. Além disso, alguns clubes sociais costumavam entregar um prendedor para seus associados com as iniciais ou símbolo da associação.


As cores do conjunto

O mais comum, digamos que seja até o mais correto, é a cor da gravata combinando com o terno e fazendo contraste com a camisa. Mas não é uma regra, quando se quer passar alguma mensagem com a gravata pode-se fazer alguns usos diferentes disso. Mas lembre-se de não exagerar.
As camisas brancas aceitam bem todos os tipos de gravata, por isso são consideradas um curinga do guarda-roupas masculino. As camisas escuras devem ser usadas com gravatas também em tons escuros e aproximados da cor da camisa. Já com as camisas listradas e estampadas evite usá-las com gravatas que tenham texturas, desenhos, listras ou estampas, use-as com gravatas lisas e com tons aproximados das cores da camisa
Gravatas com fantasias ou listras devem ser usadas, preferencialmente, com camisas lisas. Já as lisas podem ser usadas com camisas com qualquer tipo de desenho no tecido.


Não fique se apertando

Imagine você em uma reunião importante, chega a sua hora de falar, todos viram-se para você e vêem que está se estrangulando, tentando afrouxar as gravatas, com um sorriso bobo você explica isso para os demais.
Essa mesma situação acontece rotineiramente em entrevistas de emprego, mas deve-se saber algo: normalmente, pessoas importantes, aquelas que contratam outras pessoas e maiores executivo de uma empresa sempre têm uma habilidade em comum: analisar as pessoas rapidamente. A impressão que você passaria imediatamente para todos que vissem você nessa situação seria de desconforto, insegurança e imaturidade. Bom, são três qualidades que não vão te garantir o emprego por muito tempo.
Esse aperto na gravata na verdade não é causado pela gravata, e sim pelo colarinho, uma pessoa que veste o de número 5 consegue facilmente usar o número 4, e é exatamente por esse motivo que acaba incomodando mais tarde.

As melhores gravatas
Existem ótimas gravatas de fibras sintéticas, mas as melhores são as de seda, especialmente as italianas. São famosas por sua qualidade as gravatas da região italiana do lago de Cômo, onde ficam os melhores artesãos do mundo nessa especialidade.
Uma gravata de seda jacquard de Cômo é garantida como uma das melhores no mundo.

Nós mais comuns

* Windsor = Nó (de Gravata) Clássico ou de Windsor
O nó windsor é o mais grosso e pomposo dos 4 nós. Dito por muitos o melhor para usar em situações mais formais ou nas quais você precise passar uma ótima primeira impressão como é o caso de apresentações, aparições em frente ao juiz etc. Mas cuidado, pois às vezes é percebido como too much. Melhor usado com camisas de colarinho mais amplo de corte francês ou europeu, por exemplo e em gravatas de tecido que não seja pesado ou encorpado demais. Também veste melhor os que têm pescoço longo e/ou magro. Não use com gravatas muito grossas já que o nó ficará por demais exagerado.

* Half-Windsor = Nó (de Gravata) Duplo ou Semi-Clássico ou Meio-Windsor
O nó semi-windsor é um nó que não é muito grosso nem muito fino (como o nó duplo) e por isso pode ser usado em gravatas de diferentes tecidos e cai bem na maioria das ocasiões. Além de ser o mais usado por aqui, é bem mais fácil do que o windsor, que vem a seguir. Na dúvida, aposte nele.

* Four-in-Hand = Nó (de Gravata) Simples ou Esportivo
O nó duplo é mais amplo do que o simples e dá um ar mais polido, formal ao seu look. Pode ser dado em todos os tipos de gravata, mas é melhor se dado nas de tecido leve ou médio. Cai bem na maioria das ocasiões.

* Bowtie = Gravata Borboleta
O nó da gravata borboleta é usado juntamente com smokings ou quando você quiser dar uma diferenciada nos seus ternos. E lembre-se: um bom nó borboleta nunca é perfeitinho. E de novo, nada de borboletas já prontas. Dê o seu.
Dica importante: sabe essas gravatas tipo clip-on que já vêm com um nó dado e que é só clipar na camisa? Pois é, jamais, em tempo algum use esta coisa horrível! A não ser q vc vá a uma festa a fantasia... aí são outros 500.
 Não há nada mais sem classe e deprimente que esta pseudo gravata. Coisa de pobre mesmo! Pobre de espírito!. E não pense que não dá pra notar, porque dá sim!!! Coisa sem qualidade salta aos olhos a léguas de distância. Aprenda a dar o nó! Vire homem!

Alguns tipos de nó


Tie the Windsor Knot





Tie a Tie (Double Windsor)


Tie the Victoria Knot


Tie the Four in Hand Knot

Tie the Oriental Knot

Tie Knot  - Matrix Reloaded

2 comentários:

  1. HUauhahuahua Muuuuuuuuuuuuuito boa essa!!!!!!!

    =x

    ResponderExcluir
  2. Vc ta ligada o sufoco q foi né? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!

    ResponderExcluir